Campo Grande, 26 de maio de 2024

Governador e ex-governador dão apoio na eleição de Beto Pereira

Manifestações de otimismo são reforçadas por Sérgio de Paula um dos articuladores da pré-candidatura

O governador Eduardo Riedel (PSDB) disse que seu apoio a Beto Pereira não pode ser visto como algo natural e obrigatório por serem do mesmo partido. Para ele, atento ao papel republicano de postar-se como um magistrado no Executivo, evitando sempre que pode as declarações políticas, a questão mais importante no caso da pré-candidatura está na conjuntura programática e administrativa.

tucanato Governador e ex-governador dão apoio na eleição de Beto Pereira
Eduardo Riedel, Azambuja e Beto: soluções acertadas (Foto: Divulgação)

Ele raciocina que as soluções que o PSDB vem adotando há mais de oito anos em Mato Grosso do Sul, com os governos do Estado e de grande parte das prefeituras, são fórmulas com garantia de resultados. E com estas respostas a sociedade está sendo atendida. E diante disso, Riedel se manifestou, dirigindo-se ao pré-candidato: “Tem que acreditar e, acreditando, e tendo time, a gente chega lá. Você está pronto para assumir esse desafio. Pode contar conosco nesta caminhada até o ano que vem… Siga em frente. Seu sonho é o nosso sonho”.

COORDENAÇÃO

Um dos dirigentes que mais se empenharam na solução de unidade interna do PSDB e no fortalecimento do projeto da pré-candidatura de Beto Pereira, o coordenador político Sérgio de Paula está convencido do acerto desta decisão. Para ele, Beto Pereira tem um raro dom, que é o de fazer política de largo alcance nas mais diferentes camadas da sociedade.

sergio Governador e ex-governador dão apoio na eleição de Beto Pereira
Sérgio de Paula: confiança em feito inédito do partido (Foto: Divulgação)

Corresponsável com Reinaldo Azambuja pelo avanço do PSDB – o de Mato Grosso do Sul é o partido que mais cresce entre todos os 26 estados brasileiros e Distrito Federal -, de Paula entende que com a pré-candidatura de Beto Pereira os tucanos podem sonhar com uma vitória inédita nas urnas: até hoje, o partido nunca elegeu prefeitos na Capital, apenas dois vices Oswaldo Possari e Marisa Serrano.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp