Campo Grande, 12 de abril de 2024

Com apoio do Governo, 20º Estadual de Boxe reuniu lutadores de 10 municípios no Guanandizão

Os principais nomes do pugilismo sul-mato-grossense reuniram-se no Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis, o tradicional Guanandizão, em Campo Grande, para a disputa da 20ª edição do Campeonato Estadual de Boxe. Realizada no último fim de semana, a competição foi apoiada pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer) e Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania).

De acordo com a FDBMS (Federação de Boxe de Mato Grosso do Sul), participaram do evento teve a participação de aproximadamente 80 atletas de 14 academias, representando 10 municípios: Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ladário, Maracaju, Ponta Porã, Rochedo, Sidrolândia e Sonora.

Na disputa por equipes, o Centro de Treinamento Pantaneiro/Moreninhas, de Campo Grande, ficou com o título geral, somando quatro medalhas (três de ouro e uma de bronze). A vice-campeã foi a Pugillus, de Corumbá, que assegurou oito medalhas (duas de ouro, três de prata e três de bronze). A Aton Fight/Boxe Cubano, da capital, fechou o pódio, com três medalhas (uma de ouro e duas de prata). Vale ressaltar que foi aplicado o sistema olímpico, em que o peso/cor das medalhas determina a colocação e não a quantidade total.

Entre os destaques individuais, Cleomar Soares (Mamut Team), de Sidrolândia, foi eleito o melhor atleta elite, enquanto o corumbaense Aron José (Pugillus) garantiu o prêmio de atleta revelação (atleta base). Daniel Molina (Pugillus) foi escolhido o melhor técnico do Campeonato Estadual.

Com apenas 14 anos, Daniel Dure Britto é uma das revelações do boxe sul-mato-grossense. No mês passado, o jovem atleta foi campeão dos Jogos Mundiais Escolares, a Gymnasiade, sediados no Rio de Janeiro (RJ), e voltou com tudo ringue. No Guanandizão, o lutador campo-grandense chegou ao bicampeonato da categoria infantil, até 80 kg.

“O campeonato passado [a Gymnasiade] me ajudou, me amadureceu na questão de luta e até mesmo mental. Estou feliz por estar de volta à minha cidade e disputar mais um Estadual. Consegui ser bicampeão estadual e vejo isso como uma conquista muito importante”, destacou o atleta do CT Pantaneiro/Moreninhas.

Vitor Loureiro Duailibi conheceu o boxe no começo deste ano e no Campeonato Estadual fez sua quarta luta da carreira. Mais do que alcançar o título da categoria juvenil até 80 kg, o atleta de 17 anos revelou que o esporte foi um divisor de águas em sua vida. A paixão pelo boxe foi herdada do pai, que faleceu devido a complicações da Covid-19.

“Resolvi testar minha força, o que eu tenho pra dar. Meu pai era boxeador, ele era médico e faleceu de Covid. Queria, de alguma forma, encontrar essa ligação com ele e me joguei 100% no boxe. Treino três vezes ao dia, de manhã, de tarde e noite, todos os dias. Também como regrado e estou fazendo todo o possível para dar orgulho para o meu pai que está lá em cima”, confessou.

O boxe também trouxe benefícios à saúde e qualidade de vida de Vitor. “Eu pesava 120 kg em 2020. Logo depois que meu pai faleceu, eu estava pré-diabético e resolvi começar a emagrecer. O boxe mudou minha autoestima, minha forma de viver e é uma das coisas mais importantes que tenho na vida”, completou o pugilista.

Confira os resultados do 20º Campeonato Estadual de Boxe por categoria:

Infantil -80 kg masculino


Daniel Britto (CT Pantaneiro/Moreninhas)

Juvenil -54 kg masculino
Aaron José Romero (Pugillus)

Juvenil -63,5 kg masculino
Leandro Nova (Pugillus)

Juvenil -80 kg masculino
Vitor Loureiro (Boxe Elite)

Elite -63,5 kg masculino
Cleomar Soares (Mamut Team)

Elite -67 kg masculino


Victor Gabriel Santos (CT Pantaneiro/Moreninhas)

Elite -71 kg masculino
Maicon da Silva (Ômega Boxe)

Elite -75 kg masculino
Vinícius Cardoso (Ponta Porã)

Elite -92 kg masculino
Mario Sabino (Ass. Vila Popular)

Elite +92 kg masculino
Murilo Alves (CT Pantaneiro/Moreninhas)

Feminino adulto -60 kg


Mônica Conceição (Aton Fight/Boxe Cubano)

Texto e fotos: Lucas Castro – Fundesporte

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp