Campo Grande, 12 de abril de 2024

Por terra, água e ar: bombeiros iniciam combate aéreo a focos de incêndio em Bonito

Por terra, água e pelo ar, o Corpo de Bombeiros, com apoio da Polícia Militar Ambiental, trabalha em quatro frentes, desde segunda-feira (18), para combater o incêndio na área de banhado do Rio Formoso, em Bonito.

Nesta quinta-feira (21), duas guarnições por terra e uma aeronave, com 3 mil litros d’água, atuam no combate. Barcos de apoio com militares atuando dentro do rio também foram usados para que pudessem afunilar a área em chamas e iniciar o combate aéreo.

Durante a madrugada, as equipes, que contam com 48 militares, intensificaram a operação para conter a área de fogo. No início da tarde, a operação recebeu o reforço do Grupamento de Operações Aéreas.

Em alerta por conta do período de seca, aliado às altas temperaturas, o Corpo de Bombeiros atua no controle e extinção de incêndio florestal em Bonito. Apesar dos danos terem atingido 357 hectares na região do banhado, nenhum ser vivo foi encontrado morto ou ferido.

A característica do banhado, semelhante a um pântano, facilita a propagação das chamas, não sendo possível determinar uma direção exata, o que dificultou o combate, além da dificuldade de acesso ao local, visto que se trata de uma área de brejo. De acordo com as informações da Prefeitura de Bonito, nenhuma propriedade foi atingida.

Na operação, estão sendo usadas viaturas equipadas com kit pick-up que armazena 600 litros d’água, além de uma motobomba que auxilia nos combates. Nos locais onde as viaturas não acessam, os militares precisam caminhar, com o uso de abafadores, bombas costais, sopradores e pinga fogo.

Há também o uso de barcos equipados com motobombas para combate a partir do rio Formoso e drones para monitoramento das áreas atingidas.

Guarnições de Bonito, Aquidauana, Corumbá e Campo Grande, além do staff de comando da operação do Centro de Proteção Ambiental, auxiliam no combate aos incêndios de grandes proporções.

João Pedro Flores, do Programa de Estágio Supervisionado
Fotos e imagens: CBM/divulgação

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp