Campo Grande, 24 de abril de 2024

Secretários de Segurança do MS, PR, SC, RS e SP se reúnem no Estado para discutir combate a crimes fronteiriços

Mato Grosso do Sul sedia nesta quinta e sexta-feira, 28 e 29 de setembro, o SULMaSSP, encontro realizado pela primeira vez no estado e que reúne os secretários de Segurança Pública do Mato Grosso do Sul, de São Paulo, do Paraná, Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, com o objetivo de atuar de forma coordenada para ampliar e fortalecer a repressão aos crimes nas fronteiras do Brasil com o Paraguai e a Bolívia e, nas divisas entre os estados que compõem o bloco.

Também estarão presentes no evento os Comandantes-Gerais das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares, os Delegados-Gerais das Polícias Civil, os diretores das Polícias Penais, das Perícias Criminais e dos Centros Integrados de Comando e Controle dos cinco estados que compõem o bloco do SULMaSSP.

Entre os assuntos que estarão em pauta nos dois dias de evento estão os crimes nas fronteiras e divisas, em especial aqueles cometidos no campo, além do debate em câmaras temáticas, que acontecem na sexta-feira, dia 29 de setembro, entre as forças policiais e entre os Secretários de Segurança Pública, com objetivo de estabelecer uma integração sólida entre os Estados partes, repercutindo na desarticulação do crime organizado e em mais segurança para as cidades e para o campo, fronteiras e rota bioceânica.

Na abertura do SULMaSSP, que acontece nesta quinta-feira (28/09/), às 14h no Bioparque, em Campo Grande, será assinado um acordo para instituir Grupos de Estudo e nomear recursos humanos, que irão realizar análises, proposição de ações e iniciativas para formular políticas em segurança pública.

Coletiva de Imprensa

O anfitrião do SULMaSSP, secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Antonio Carlos Videira, o secretário de Segurança de São Paulo, Guilherme Derrite, o secretário de Segurança Pública do Paraná, Hudson Leôncio Teixeira, o secretário Adjunto de Segurança Pública de Santa Catarina, Freibergue Rubem Nascimento e o secretário de Segurança Pública Adjunto do Rio Grande do Sul, Mário Yukio Ikeda, concederão entrevista coletiva, nesta quinta-feira (28/09/), às 15h30, no Bioparque Pantanal, logo após a abertura oficial do evento. Os representantes das demais instituições também estarão no local, disponíveis para atender a imprensa.

Sobre o SULMaSSP

É um bloco que congrega os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo – por meio das respectivas Secretarias de Segurança Pública e, que realiza em Campo Grande –MS, nos dias 28 e 29 de setembro de 2023, o 3º Encontro Estratégico da Segurança Pública, sendo o 1º a ser realizado em Mato Grosso do Sul.

O bloco, criado em março de 2023, atua de forma coordenada, para ampliar e fortalecer a repressão de crimes transfronteiriços (Paraguai/Bolívia/Brasil) e nas divisas estaduais na área do bloco, mediante uma efetiva integração operacional e de inteligência, com reflexos na desarticulação de organizações criminosas e no aprimoramento dos mecanismos de defesa social.

As ações são executadas por meio de suas Polícias Civis, Polícias Militares, Corpos de Bombeiros Militares, Polícias Científicas, Polícias Penais e Centros Integrados de Comando e Controle.

Encontros anteriores

As edições anteriores aconteceram em março de 2023, em Curitiba/PR e em julho de 2023, em São Paulo/SP, ocasiões nas quais foram iniciados os trabalhos e definidos o diagnóstico e o plano estratégico de atuação conjunta.

Operações

O SULMaSSP deflagrou duas “Operações Fronteiras e Divisas Integradas”.

A primeira foi de 12 a 15 de maio de 2023, com a liderança da Secretaria de Segurança Pública do Paraná, resultando:

– prisão de 127 pessoas,

– 184 veículos apreendidos,

– 32 mil pessoas abordadas,

– 40 mil maços de cigarros contrabandeados apreendidos,

– 17 armas de fogo tiradas de circulação,

– apreensão de 3.487 mil toneladas de entorpecentes

– cumprimento de 103 mandados judiciais.

Efetivo: Houve o emprego de 2.500 viaturas policiais, 70 embarcações, 21 aeronaves, 51 cães, 5 drones e mais de seis mil policiais de todas as forças de segurança. Dentre os foragidos foram identificados traficantes, contrabandistas, homicidas, estupradores e estelionatários.

A segunda edição da “Operação Divisas e Fronteiras Integradas”, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, foi deflagrada entre 21 e 23 de julho de 2023, e resultou:

– prisão de mais de 1.500 pessoas,

– apreensão de 11 toneladas de entorpecentes,

– captura de 423 foragidos.

– retiradas de circulação 185 armas de fogo,

– 145 veículos recuperados.

Efetivo: 17 mil policiais de todos os Estados do bloco.

Câmaras Temáticas

29 de setembro, sexta-feira

8h30min – Câmaras Temáticas de Segurança Pública

– Secretários de Estado

Centro Integrado de Comando e Controle, sito na Av. Des. Leão neto do Carmo, n. 1203, Parque dos Poderes

– Chefes dos CICC’s

Centro Integrado de Operações de Segurança Pública, sito na Av. Des. Leão neto do Carmo, n. 1203, Parque dos Poderes.

– Delegados-Gerais das Polícias Civis

Delegacia-Geral da Polícia Civil, sito na Av. Des. Leão neto do Carmo, n. 1203, Parque dos Poderes.

– Comandantes-Gerais das Polícias Militares

Comando-Geral da Polícia Militar, sito na Av. Des. Leão neto do Carmo, n. 1203, Parque dos Poderes.

– Comandantes-Gerais dos Corpos de Bombeiros Militares

Rua Antônio Maria Coelho, 5533, Centro de Proteção Ambiental, Carandá Bosque.

– Chefes das Perícias Oficiais

Coordenadoria-Geral de Perícias: sede da CGP, sito na Rua Dr. Aníbal de Tolêdo, 345, Vila Santa Dorotheia.

– Diretores das Polícias Penais

Escola Penitenciária, sito na Rua Pernambuco, n. 1.512, Vila Célia.

Comunicação Sejusp

Foto: Divulgação

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp