Campo Grande, 22 de abril de 2024

Governo de MS lança a campanha ‘Caixa Encantada’ para arrecadação de brinquedos

Com o objetivo de fazer o Natal das crianças carentes mais alegre, o Governo de Mato Grosso do Sul lança a campanha ‘Caixa Encantada’ para arrecadação de brinquedos. A campanha foi oficialmente aberta nesta segunda-feira (30) pela primeira-dama Mônica Riedel e pela secretária de Estado de Administração, Ana Carolina Nardes.

O projeto já começa com 2,5 mil itens arrecadados na Corrida dos Poderes, que ocorreu no último sábado (28), e vai até o dia 10 de dezembro. A primeira-dama Mônica Riedel é a madrinha da campanha e, ao lado de Ana Nardes, se encontrou com representantes de diversos órgãos públicos para orientá-los sobre a arrecadação e entrega dos brinquedos.

Na reunião, foram entregues a estes representantes os materiais para divulgação da campanha: banners, adesivos e as caixas encantadas. A primeira-dama relatou a importância de realizar essa campanha. “O brinquedo na vida da criança é muito importante. Nós que temos filhos, sabemos como eles gostam. O Natal tem toda aquela imagem de momento maravilhoso, com presentes, e as crianças carentes estão neste contexto, mas não acessam. Então a gente fazer com que elas acessem o pouco que seja, já aquece o coração”.

Com foco no municipalismo, a secretária Ana Carolina Nardes também falou sobre a importância de levar a ‘Caixa Encantada’ para o interior do Estado.

“É importante que a gente faça essa arrecadação também no interior, porque às vezes a gente fica com arrecadação expressiva na Capital, mas no interior também é necessário. A nossa ideia é juntar os brinquedos no Rubens Gil de Camilo com a presença de todos e fazer um encerramento da campanha para a gente poder fazer a triagem e já fazer a entrega. Nossa ideia é que a gente ajude mesmo com um pouquinho essas crianças a saírem da realidade, porque a nossa é diferente. Elas não têm alimento, não tem apoio familiar e um brinquedinho que você dá pode quebrar o ciclo”, explica.

A campanha conta mais de 300 instituições e o objetivo de cada órgão público é bater seus números do ano passado, que teve ao todo mais de 26 mil brinquedos arrecadados.

João Pedro Flores, Programa de Estádio Supervisionado
Fotos: Bruno Rezende

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp