Campo Grande, 24 de abril de 2024

Diálogo com comunidades de matriz africana e de terreiro abre campanha da Consciência Negra

Fortalecer as relações com os povos e comunidades tradicionais de matriz africana e de terreiro com a gestão pública, a fim de atender as demandas específicas desse segmento da população de Mato Grosso do Sul, a exemplo do enfrentamento ao racismo religioso, é um dos objetivos da Reunião Ampliada com Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana e de Terreiro, que será realizado na terça (31) e quarta-feira (1º) em Campo Grande.

A ação abre as atividades do mês da Consciência Negra, com a campanha Novembro Negro, dedicada a reflexão sobre uma sociedade mais igualitária, inclusiva e antirracista, idealizado pela Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial – vinculada à Setescc.

“Neste ano vamos trabalhar durante a campanha Novembro Negro a luta e a celebração da população negra sul-mato-grossense, fomentando a promoção da política pública de promoção da igualdade racial”, destaca Vania Lúcia Baptista Duarte, subsecretária de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial.

“O Encontro de Povos e Comunidades de Matriz Africana e de Terreiro, um dos eixos de trabalho da Subsecretaria, busca colocar na pauta de discussão da gestão estadual o tema, para identificar as principais dificuldades enfrentadas e potencialidades, para traçar diretrizes conjuntas e resguardar direitos dos povos e comunidades tradicionais, garantindo assim a igual liberdade de consciência e de crença e o livre exercício dos cultos religiosos”, explica Vania Lúcia.

Mato Grosso do Sul realiza escuta qualificada que contará com a presenças de lideranças tradicionais de povos e comunidades tradicionais de matriz africana e de terreiro. A reunião ampliada será realizado no Hotel Internacional, em Campo Grande. A abertura está prevista para às 13h30 desta terça-feira (31).

Programação

31 de Outubro
13h às 13h30 – Credenciamento
14h às 15h – Mesa de Abertura
15h20 – Palestra de abertura
16h – Intervalo
16h30 – Relato de Experiências: 1º Fórum Municipal de religiões de


Matrizes Africanas realizado em Corumbá
19h – Intervalo
20h – Apresentação Cultural
20h30 às 21h30 – Início dos trabalhos em grupo

1º de novembro
8h – Apresentação Cultural
8h30 – Abertura Oficial do Novembro Negro
8h30 – Trabalho em Grupo (Continuidade)
10h – Apresentação dos Grupos
11h30 – Encaminhamentos/Apresentação da carta das Comunidades


de Matrizes e Terreiros presentes no encontro
11h50 – Encerramento
12h – Intervalo

Jaqueline Hahn Tente, Comunicação Setescc

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp