Campo Grande, 24 de abril de 2024

Organização dos Jogos Abertos de MS proporciona conforto e qualidade aos participantes

A retomada dos JAMS (Jogos Abertos de Mato Grosso do Sul), reativados após nove anos, destacou-se por oferecer um ambiente de excelência e qualidade aos participantes. A competição, realizada entre os dias 2 e 5 de novembro, em Campo Grande, proporcionou acomodações e refeições de alto nível, marcando uma diferença notável em relação às edições anteriores.

Organizado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer) e Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania), o evento reuniu aproximadamente mil pessoas, de 21 municípios. As modalidades disputadas foram basquetebol, futsal, handebol e voleibol, em sete ginásios na capital.

Anteriormente, os JAMS costumavam alojar seus participantes em escolas e oferecer refeições em condições mais básicas. A edição de 2023, no entanto, trouxe significativa mudança. Atletas, técnicos, árbitros e membros das delegações desfrutaram de acomodações de qualidade em hotéis, com conforto e comodidade, proporcionando um ambiente ideal para o descanso e o foco na competição. Ao todo, 10 hotéis receberam as equipes.

Outro destaque notável do retorno dos Jogos Abertos é o refeitório. Todos os envolvidos puderam desfrutar de refeições de qualidade e à vontade, com variedade no cardápio e acompanhamento nutricional necessário para um desempenho esportivo de excelência. Pensando no bem-estar e integridade física especialmente dos atletas, todos os locais de competição contaram com assistência médica imediata e profissional.

“Além de trazer o entusiasmo por este retorno, os Jogos foram responsáveis por fomentar a economia local nesse feriadão prolongado. A qualidade das acomodações e o aumento na demanda por hospedagem têm sido um impulso significativo para a rede hoteleira. O comércio local, incluindo restaurantes, lojas e serviços, também têm se beneficiado diretamente do fluxo de participantes”, destaca o diretor geral dos Jogos, Leandro Fonseca.

As melhorias na tradicional competição estadual chamaram a atenção dos participantes e do público em geral, que acompanhou de perto os principais momentos. Atleta da equipe de Campo Grande/UCDB, Bruna Elisbão já esteve em outras edições dos JAMS, colecionando títulos no futsal feminino. Para ela, o retorno de excelência é um marco para o esporte sul-mato-grossense.

“A gente sentiu o avanço. Eu já participei de muitos JAMS em que tínhamos de dormir em escolas, levávamos colchão e teve uma vez que tinha apenas um banheiro para quatro delegações. Hoje, vemos essas melhorias, com hotéis e quartos de qualidade, um lugar confortável para descansar, sem contar a alimentação que é oferecida aos atletas. Isso tudo é muito gratificante”, salienta a jogadora.

Campeã do vôlei feminino pela seleção de Corumbá, Giulia Alcântara também prestigiou a estrutura fornecida para os atletas. Segundo ela, o bem-estar entregue às equipes tornou a experiência dos JAMS ainda mais gratificante e inesquecível. “A estrutura oferecida aqui pela Fundesporte, para o campeonato e tudo mais, eu achei muito boa, muito bem organizado. Foi incrível, desde a abertura até os jogos, a preparação do pessoal, foi muito bom”.

Os JAMS

No total, 21 municípios foram representados em quadra: Água Clara, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Antônio João, Bela Vista, Caarapó, Corumbá, Campo Grande, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Itaporã, Jardim, Maracaju, Nova Andradina, Ponta Porã, Rio Brilhante, Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia, Sonora e Três Lagoas. Cerca de mil pessoas estiveram envolvidas no evento, somando-se atletas, técnicos, árbitros, dirigentes e equipe médica.

O Cemte (Centro Municipal de Treinamento Esportivo) e o Sesc Horto receberam as partidas de basquetebol. O futsal teve confrontos no Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis (Guanandizão) e no Centro Poliesportivo Dom Bosco.

Os jogos de handebol também aconteceram no Guanandizão e ainda teve duelos no Ginásio de Esportes Eric Tinoco Marques, o Moreninho, na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). As partidas de voleibol ocorreram no Instituto Mirim e no Círculo Militar, local que também abrigou a Comissão Central Organizadora e o refeitório do evento.

A competição abrangeu tanto equipes com jovens na faixa etária dos 15 a 17 anos, selecionados devido às suas colocações nos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul, quanto times adultos indicados pelas federações das respectivas modalidades A classificação final e todos os resultados podem ser conferidos neste link.

Lucas Castro, Comunicação Fundesporte
João Pedro Flores, do Programa de Estágio Supervisionado
Foto de destaque: Luciano Muta

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp