Campo Grande, 24 de abril de 2024

Fiscalização da Agems é instrumento para consolidar a expansão do gás em MS com qualidade e inovação

 Foco de novos projetos de desenvolvimento em Mato Grosso do Sul, a distribuição de gás canalizado passa por fiscalização da Agems (Agência Estadual de Regulação). A equipe da Câmara Técnica de Gás (Categás) realiza desde quinta-feira (9) a inspeção de campo do sistema distribuidor da MSGÁS em Três Lagoas.

Essa é a terceira etapa de fiscalização anual in loco, que já verificou os sistemas de Campo Grande e também o de Corumbá – onde o sistema ainda é inoperante, mas precisa ser mantido nas condições apropriadas tanto quanto os demais. O objetivo é supervisionar a integridade dos ativos da Concessionária, as condições operacionais, de manutenção e de segurança.

A coleta de dados e informações inclui verificação nas instalações e também visita a clientes dos segmentos industrial, comercial, residencial, veicular e de co-geração (que utiliza o gás como insumo para gerar energia elétrica). São fiscalizadas, entre outras, as estações de reduções primárias e secundárias, onde são observadas as condições de operação, bem como a integridade física das instalações e aspectos relacionados à conservação.

A MSGÁS possui hoje mais de 15 mil clientes ativos e distribui 560 mil metros cúbicos diariamente.

Combustível para o desenvolvimento

“Se o trabalho da Agência já era essencial para a confiabilidade da distribuição do gás, agora mais ainda, quando o Estado aposta em energia mais limpa e atrai o investidor privado”, destaca o diretor-presidente da Agems, Carlos Alberto de Assis. “O gás natural vai chegar cada vez mais longe, atender cada vez mais clientes, e precisamos fazer com que isso aconteça com qualidade”.

O monitoramento permanente dos indicadores e as fiscalizações em campo representam uma parte importante das ações da AGEMS no segmento, mas não é a única.

Com as inovações em andamento no mercado de gás natural, a Agência de Regulação trabalha de forma global para fortalecer cada vez mais a contribuição do setor no desenvolvimento sustentável de Mato Grosso do Sul.

A AGEMS vem atuando para aperfeiçoar a regulação; discutindo contrato, indicadores, novas regras da comercialização, ações e resultados da distribuidora. Em pauta também os programas de incentivo ao GNV e ações conjuntas sobre as condições para aproveitamento do biometano, uma das políticas de desenvolvimento energético do Estado.

“Todos os aspectos que envolvem a regulação do gás estão sendo aperfeiçoados, como a fiscalização técnica, o Mercado Livre, a regulação econômico-financeira. Essas inovações estão nas novas portarias que vamos publicar ainda neste ano”, conta o diretor de Gás e Energia, Matias Gonsales.

Gizele Oliveira – AGEMS


Fotos: Hailton Vasconcelos – Categás/AGEMS

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp