Campo Grande, 22 de abril de 2024

Trabalho do Detran com idosos identifica sentimentos causados pela violência no trânsito

Ao longo do ano de 2023, a Divisão de Educação de Trânsito do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) desenvolveu o projeto “O Detran-MS vai onde a Pessoa Idosa está”, atendendo mais de 1.200 idosos em Campo Grande.

O programa adotou o tema estabelecido pelo Contran, para as campanhas educativas de 2023, “No trânsito escolha a vida”, desenvolvendo ações voltadas para inclusão e valorização dos idosos no espaço do trânsito.

“Esse projeto é muito importante para o Detran, pois estamos trabalhando um público muito sensível e que também deve ser incluído no trânsito”, comenta a diretora de Educação de Trânsito do Detran-MS, Andrea Moringo.

varal idosos detran Trabalho do Detran com idosos identifica sentimentos causados pela violência no trânsito
Varal Cultural, Artístico e Terapêutico

Durante o trabalho com idosos, desenvolvido nos Centros de Convivência da Pessoa Idosa e Associações, pela Gestora de Educação de Trânsito do Detran-MS, Inês Esteves, foram detectados sentimentos de medo, ansiedade, estresse e insegurança, que podem aumentar a incidência de comportamentos imprudentes, de intolerância, de desrespeito e de violência no trânsito.

“A partir desses conteúdos, foi importante refletir sobre os espaços de convivências, a maneira de agir das Pessoas Idosas, nas vias públicas e nos meios de transportes”, explica a professora Inês Esteves.

Essas questões foram trabalhadas através da ação intitulada como “Cenas Denunciantes do Trânsito”, segundo Inês Esteves. Os idosos apresentavam narrativas de fatos vividos no trânsito e o sentimento que foi causado.

A partir dessas narrativas é apresentada a importância da educação, da segurança viária, da mobilidade e da acessibilidade, destacando os comportamentos imprudentes dos condutores e como identificá-los com antecedência para evitar os riscos de acidentes no trânsito.

“Pensamos como aproveitar as experiências, os dados do estudo do meio, as questões referentes à mobilidade e acessibilidade e os relatos das Pessoas Idosas para motivá-las às produções artesanais, com um toque voltado à motivação e criatividade, visando, assim, trabalhar também com as atividades manuais, que despertam o pensar, o sentir e o agir e ajudam no controle das emoções”, conta Inês Esteves.

A produção com os idosos rendeu um Varal Cultural, Artístico e Terapêutico, montado pelos idosos durante os encontros. “Foi um meio para expressar o pensar, o sentir e o agir com criatividade, motivação, interesse e participação da ação”, afirma a professora.

Em 2024, o projeto “O Detran-MS vai onde a Pessoa Idosa está”, continuará em Campo Grande e deve se estender para municípios próximos a Campo Grande, como Rio Negro, Corguinho e Jaraguari.

Esses municípios foram identificados com alto índice de população idosa durante o último debate realizado pela Subsecretaria de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa, em que o Detran-MS participou.

Emmanuelly Castro, Detran-MS
Fotos: DIEDU

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp