Campo Grande, 22 de junho de 2024

Em fase de homologação, sistema de gestão das emendas parlamentares começa a ser testado

O sistema do Governo do Estado que dará mais celeridade aos processos das emendas parlamentares, já está em fase de homologação e teste e com previsão de funcionamento para o ano de 2024.

Em reunião na Assembleia Legislativa, nesta última quarta-feira (22), o superintendente das emendas parlamentares da Casa Civil, Édio Viégas, apresentou a plataforma para que uma comissão de servidores da ALEMS possa testar as funcionalidades da nova ferramenta, antes de colocar em uso já para o próximo ano.

“O sistema está já na fase de homologação e precisamos que seja testado, já que a meta é entrar 2024 com a ferramenta a pleno vapor”, explicou Édio.

A nova plataforma será um divisor de águas no que se refere à gestão pública. O sistema, além de promover mais agilidade nos processos, também atende outros pilares da gestão do governador Eduardo Riedel: digital e sustentável, já que elimina o uso do papel.

“Todo planejamento foi pautado nestes pilares. Com o sistema vamos garantir menor tempo para processamento porque o parlamentar fará a sua indicação pelo sistema, o Governo fará a análise também pela plataforma e os beneficiários da indicação também vão inserir toda a documentação online”, frisou.

Secret%C3%A1rio Eduardo Rocha Foto %C3%81lvaro Rezende1 Em fase de homologação, sistema de gestão das emendas parlamentares começa a ser testado
Secretário Eduardo Rocha (Casa Civil) – Foto: Álvaro Rezende

Além de tornar esse caminho mais ágil, a ferramenta também amplia a transparência no trato do pagamento dos recursos.

“Só benefícios nessa nova modalidade, parlamentares ganham no tempo e assertividade, o Governo no objetivo, e a população que ganha com a agilidade na liberação dos recursos para projetos que repercutem diretamente na vida dos sul-mato-grossenses”, finalizou Édio Viégas.

O secretário da Casa Civil, Eduardo Rocha, destacou o avanço que a plataforma dará na gestão dos processos das emendas parlamentares.

“Com o processo todo sistematizado, vamos garantir que os recursos das indicações sejam todos bem empenhados e de forma mais célere, desta forma, alcançamos mais rápido os anseios da população de Mato Grosso do Sul”, completou.

Beatricce Bruno, Comunicação Casa Civil
Foto de capa: Wagner Guimarães/ALEMS

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp