Campo Grande, 28 de fevereiro de 2024

Mato Grosso do Sul promove encontro com foco no Paradesporto e Esporte Paralímpico

Com o objetivo de qualificar as políticas públicas relativas ao paradesporto e ao esporte paralímpico e também o fortalecimento dos clubes que atuam junto às pessoas com deficiência no Estado, a Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania), por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e também a Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul, realiza o evento “Diálogos para o Paradesporto e Esporte Paralímpico no Estado de MS”.

O encontro acontece no dia 8 de dezembro, e é voltado principalmente para clubes que tem a modalidade paradesporto e esporte paralímpico. Existe uma diferença entre os dois termos, paradesporto são todas as modalidades esportivas praticadas por pessoas com deficiência, e o esporte paralímpico são as modalidades esportivas praticadas por pessoas com deficiência que fazem parte do quadro de modalidades reconhecidas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro.

Atletas com deficiência tem se destacado muito nas Olímpiadas, e também em alguns jogos e eventos internacionais e nacionais. É necessário que a discussão aumente para a promoção do acesso em diversas modalidades, para que o direito das pessoas com deficiência sejam contemplados.

De acordo com a Subsecretária de Políticas Públicas para as Pessoas com Deficiência, Telma Nantes de Matos, o diálogo é justamente para construir um plano de ação que atenda todas as pessoas com deficiência, sem deixar ninguém para trás.

“A transversalidade entre as pastas, é uma junção entre a cidadania e o paradesporto e o esporte paralímpico, a fim de fortalecer essas práticas. Para isso, nós iniciamos um diálogo em um  primeiro momento para o fortalecimento dos clubes, que realizam ações de paradesporto e do esporte paralímpico no Estado e fortalecer a efetivação de políticas públicas dentro dos órgãos responsáveis”, frisa.

Alguns dos esportes feitos por pessoas com deficiência, são disponibilizados em Campo Grande, no Centro Poliesportivo Vila Almeida tem a Bocha, o futebol para paralisados cerebrais e o basquete em cadeira de rodas. Na Universidade Federal tem o atletismo, a bocha e a natação, e no SMAC tem o golbol e o judô.

Para a coordenadora do Paradesporto da Fundesporte, Anne Talitha Almeida Ferreira Silva, o esporte na vida das pessoas com deficiência faz muita diferença. O Paradesporto e o Esporte Paralímpico são de grande importância, pois através do esporte se desenvolve vários aspectos na pessoa com deficiência, como por exemplo motor, social, psicológico. Além de promover autonomia e  independência”, ressalta.

Para participar é necessário realizar a inscrição por meio do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeen_PNQnSnRHXjBzgUbGXDRWX4qNiFxDhri1V_GN-nB_LiqA/viewform

Serviço

Diálogos para o Paradesporto e Esporte Paralímpico no Estado de MS

Data: 08 de dezembro de 2023


Horário:  08h às 11h30
Local: Auditório do Bioparque Pantanal

(Avenida Afonso Pena, nº 6277, Chácara Cachoeira, Campo Grande/MS).

Bel Manvailer, Comunicação Setescc

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp