Campo Grande, 27 de fevereiro de 2024

COP 28: Governo de MS vai a Dubai para fortalecer trabalho focado em meta do Carbono Neutro

Mato Grosso do Sul inclusivo, próspero, verde e digital. Os quatro pilares da gestão estadual passam direto pelas questões ambientais locais e mundiais – e a principal delas, hoje, é a mudança climática. Diante desse cenário e para promover um alinhamento do trabalho que busca o reconhecido internacional do território estadual como Carbono Neutro até 2030, além de políticas que garantam fontes de financiamento para cumprir essa meta, o governo sul-mato-grossense participa entre sexta (1º) e segunda-feira (4) da COP 28.

Realizada em Dubai, nos Emirados Àrabes Unidos, a COP 28 (Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas para Mudanças Climáticas) reúne as principais lideranças mundiais para debater e apontar soluções diante dos problemas enfrentados com as mudanças climáticas. Mato Grosso do Sul participa da discussão com um grupo encabeçado pelo secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc), Jaime Verruck.

É o secretário de Mato Grosso do Sul quem vai representar na sexta-feira o Estado no painel ‘Governança Multinível para o Fortalecimento da Integração Climática Nacional’. Organizada pela Abema, a discussão terá como moderadora a gerente geral de Mudanças Climáticas da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Fernando de Noronha, Samanta Della Bella.

Ao lado do titular sul-mato-grossense estarão ainda o vice-governador carioca Thiago Pampolha Gonçalves, o secretário de Meio Ambiente capixaba, Felipe Rigoni Lopes, o subsecretário de Meio Ambiente paulista, Jônatas de Souza Trindade, e o diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente potiguar, Wener Farkatt Tabosa.

Verruck ainda vai moderar no sábado (2) o painel ‘Financiamento Climático: Mecanismos e oportunidades’, organizado pela ICLEI (Associação Mundial de Governos Locais e Subnacionais Dedicados ao Desenvolvimento Sustentável), juntamente com o Consórcio Brasil Verde.

 

Neste evento, participam como debatedores o governadores de Tocantins, Wanderlei Barbosa, e do Espírito Santo, Renato Casagrande, e o presidente do Earth Innovation, Daniel Nepstad. Completam a lista o diretor-executivo de Relações Corporativas e Bens de Consumo da Suzano, Luís Bueno, e o diretor de Soluções Climáticas Naturais e Bioenergia da Mercuria no Brasil, Celso Fiori. No fim do dia, a equipe de Mato Grosso do Sul participa do Encontro Governadores pelo Clima, no Pavilhão do Hub Brasil.

Já segunda-feira, Jaime Verruck será um dos debatedores do painel ‘Financiamento Climático e Mercado de Carbono: Oportunidades e Desafios nos Estados Brasileiros’, organizado pelo Consórcio Brasil Verde no Pavilhão do Hub Brasil, do MMA em Dubai.

Participam ao lado do titular da Semadesc dessa mesa redonda Renato Casagrande, Thiago Pampolha Gonçalves, o vice-governador de Minas Gerais, Mateus Simões de Almeida, e a senadora e relatora do PL do Mercado de Carbono, Leila Barros. No mesmo dia, haverá uma visita à fábrica da BRF na Zona Industrial (Kezad) em Khalifa.

Comitiva de MS

 

Além de Verruck, também compõem a comitiva o diretor-presidente do Imasul, André Borges, o secretário executivo de Meio Ambiente, Artur Falcette, o coordenador de Regulação, Normas e Negociações Socioambientais, Pedro Mendes Neto, e a assessora internacional do Escritório de Relações Institucionais e Políticas do Mato Grosso do Sul no Distrito Federal, Thaís Bittar.

Acompanha esse grupo na missão ao Oriente Médio o presidente da Aprosoja, André Dobashi. Os integrantes devem permanecer em Dubai até 4 de dezembro, onde participam de painéis e outras agendas e atividades organizadas pelo MRE (Ministério das Relações Exteriores), pelo MMA (Ministério do Meio Ambiente) e pelo Consórcio Brasil Verde.

Comunicação Governo de MS
*com informação da Semadesc
Fotos: Bruno Rezende

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp