Campo Grande, 18 de junho de 2024

Calendário Cultural de MS contará com mais de 100 atrações e 5 mil artistas

Os “Fazedores de Arte” vão entrar em cena. O palco será todo o estado do Mato Grosso do Sul. A plateia sul-mato-grossense e turistas irão se encantar com mais de 100 atrações e cinco mil artistas que subirão no tablado de teatros, nas praças, parques, museus, casas de cultura, galerias, ou seja, onde o povo estiver. O Calendário Cultural MS 2024 foi apresentado nesta segunda-feira (5), à noite, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo,  para toda classe artística e na presença de secretários de Estado, parlamentares,  prefeitos, diretores-presidentes municipais de cultura, dirigentes de instituições, fundações e autarquias do Governo do Estado, e outras autoridades.

“Mato Grosso do Sul é um estado que respira cultura”. Com esta frase o governador Eduardo Riedel anunciou o lançamento do Calendário com ações e eventos culturais que serão realizados ao longo do ano e que contempla também intervenções de revitalização e restauração de equipamentos, garantindo espaços de disseminação e conservação da identidade cultural do Estado.

“Quem no dia a dia produz toda esta expressão maravilhosa do povo sul-mato-grossense e sua identidade são vocês. O que o ente público faz é proporcionar a condição para florescer as formas de expressão. Este é o nosso papel, fazer encontrar o talento e a oportunidade com competência e capacidade de entregar para a sociedade uma programação que atenda todos os setores e diversas artes e também na reforma de equipamentos culturais”, destacou.

Lancamento calendario MS cultural 2024 Foto Alvaro Rezende 11 scaled Calendário Cultural de MS contará com mais de 100 atrações e 5 mil artistas
Governador Eduardo Riedel no lançamento do Calendário MS Cultural 2024 (foto: Álvaro Rezende)

O projeto para este ano inclui também intervenções de revitalização e restauração de equipamentos, garantindo espaços de disseminação e conservação da identidade cultural do Estado. Entre as obras a serem realizadas em 2024 estão as restaurações do Castelinho de Ponta Porã; do Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul (Marco); do Vagão Ferroviário (antigo Vagão do Trem do Pantanal); da Igreja de São Benedito; da reforma do prédio do antigo Labcen, para abrigar o Arquivo Público Estadual; além da salvaguarda do Patrimônio Imaterial de Mato Grosso do Sul; e restauros da estátua de Manoel de Barros, em Campo Grande, e do Forte Coimbra, às margens do rio Paraguai.

O governador ainda pontuou o apoio financeiro a projetos culturais com os editais que serão divulgados pelo FIC (Fundo de Investimentos Culturais). Serão destinados em 2024 R$ 14 milhões para propostas nas áreas de música, dança, teatro, artes plásticas, audiovisual, literatura e festas populares. Este montante é R$ 6 milhões a mais do que foi destinado em 2023.

Os projetos selecionados pelo FIC participam de programas e ações executadas pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul no decorrer do ano, estimulando a valorização e difusão das manifestações artístico-culturais do Estado.

O secretário de Estado de Turismo, Esporte e Cultura (Setesc), Marcelo Miranda, destacou os pilares do Governo (Verde, Próspero, Digital e Inclusivo) inseridos nas atividades da pasta e a capacitação dos artistas para participar dos editais on-lines que permitem que as pessoas de regiões mais remotas obtenham informações e captar recursos. “O governador nos deu uma missão: austeridade, democratização dos recursos da cultura, projetos inovadores, mas valorizando o que já foi consolidado e ouvir os “fazedores de arte e cultura”.

As ações do MS Cultural têm como meta gerar oportunidades e acesso amplo e irrestrito a toda a população, dada a importância da cultura na formação cidadã do sul-mato-grossense, marcada pela diversidade e forte associação com o meio ambiente.

O diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), Eduardo Mendes, ressaltou a efervescência de criatividade da área cultural no Estado, garantindo que o espetáculo” não se esgota no conjunto de atividades do Calendário.

“Hoje lançamos o MS Cultural, que reúne mais de cem projetos e programas que acontecerão durante todo o ano, aos quais garantiremos recursos e insumos necessários. Não significa que se esgotará neste conjunto de iniciativas, visto que somos por natureza própria um núcleo efervescente de criatividade. Esses recursos vão chegar aos barracões das escolas de samba, aos palcos, estúdios, sets de filmagens, galerias, ateliês, centros culturais, oficinas, cursos formativos, restauração do patrimônio histórico, e aos espetáculos produzidos por mais de cinco mil artistas sul-mato-grossenses, nas áreas de artes cênicas, dança, moda e design, cinema, artesanato, música, arte de rua, memória histórica e um sem número de outras especialidades contemporâneas”,  assinalou o diretor.

Eduardo Mendes ainda completou que a arte e a cultura estarão presentes nos 79 municípios atendendo a demanda de cada localidade, em especial ao apoio a celebrações tradicionais como a Festa da Linguiça de Maracaju, o Porco no Rolete de São Gabriel do Oeste, as tradições como a viola de coxo, a Festa do Toro Candil, entre outras. “Manifestações culturais genuínas que estão nas raízes do que fomos e ainda do que somos hoje”, enfatizou.

Confira abaixo o Calendário Cultural 2024 da Fundação de Cultura de MS

Fevereiro

Carnaval Campo Grande e Corumbá – 09 a 13/02

Março

MS ao Vivo 10

Semana do Artesão – 19 a 24

Inauguração Centro Cultural José Octávio Guizzo e Teatro Aracy Balabanian – 27

Arquivo vai à escola

Clube de Leitura 60+

Arejando Ideias – Biblioteca Estadual Isaias Paim

Exposições Literárias

Patrimônio 67 – Educação Patrimonial nas cidades de MS

Exposições MIS

Mostras de Cinema

Edital FIC MS

Abril

Festival Boca de Cena – 02 a 05

MS ao Vivo – 13

Feira da Música – 11 a 13

Feira Film Pantanal – 11 a 13

Semana Pra Dança – 29/04 a 05/05

PROLER 2024

Bibliotecando

Maio

21ª Semana Nacional de Museus

Circula MARCO – Circuito de Exposições

CineMARCO

Festival de Cinema da Rede Estadual de Ensino

Conexões Grafitti – Arte e Educação

Circuito Dança do Mato

Som da Concha

Junho

Semana Nacional do Arquivo

Edital Leia MS de Ebooks e Clubes de Leitura

Semana do Cinema Brasileiro

Fórum de Gestores e Dirigentes Municipais de Cultura de MS

Julho

Férias na Biblioteca

Dia mundial do Rock

Agosto

Festival de Inverno de Bonito

XIII Simpósio de Educação Patrimonial

Edital Grandes Fotógrafos

Projeto Pioneiros das Artes

Edital de Premiação para Artesãos de MS

Setembro 

17ª Primavera dos Museus

Game Week

Semana da Moda MS

Outubro

Moda MS

Novembro 

Festival América do Sul

Semana estadual do Arquivo

Salão de Arte de MS

Festival América do Sul

Dezembro 

Festival de Arte e Cultura de MS – Campão Cultural

MS Geek

Catedral Erudita

E Mais 

Revitalizações:

Restauração do Castelinho de Ponta Porã

Revitalização, Aquisição de Material Permanente e Adequação da Acessibilidade do Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul

Restauro do Vagão Ferroviário (Antigo Vagão do Trem do Pantanal)

Restauro da Igreja de São Benedito e Revitalização do Entorno Imediato

Reforma do Prédio a Av. Calógeras Antigo Labcen para abrigar O Arquivo Público Estadual

participação do Artesanato de MS e 6 Feiras Nacionais

Projeto Artesania de Oficinas de Artesanato nos municípios de MS

Implantação do Núcleo de Acessibilidade Cultural

 

Alexandre Gonzaga, Comunicação do Governo de MS

Fotos: Álvaro Rezende

ATENÇÃO IMPRENSAconfira neste link o pack imprensa com as imagens de apoio, sonoras e áudios do evento

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp