Campo Grande, 27 de setembro de 2021

PROJETO DE PRODUÇÃO AUTORAL DE MOBILIÁRIO FINANCIADO PELO FMIC É LANÇADO EM EXPOSIÇÃO NESTA TERÇA-FEIRA

Já não fosse inovador pela proposta, o projeto de produção moveleira regional assumido pela arquiteta, urbanista e design de mobiliário, Luciana Teixeira surgiu com a mesma identidade inovadora desde sua concepção, pois foi o primeiro projeto de design aprovado Fundo Municipal de Investimentos Culturais 2018 (FMIC). Com lançamento oficial nesta terça (29), às 16h, a exposição Supapo Design Criativo reinventa o espaço do Museu de Arte Contemporânea (Marco).

O Supapo Design Criativo tem apoio do FMIC 2018, da Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur).

luciana teixeira - kabuuummMóveis de design autoral e regional, como a poltrona Utopia, uma cadeira de balanço com elementos inspirados nos sertanejos e nos indígenas Kaiowá e, ainda, a eletrizante linha Kabuuumm, com cadeira, duo de mesas laterais e escrivaninha, compõem a exposição.

O evento de abertura conta com visita sensorial para comunidade cega e com baixa visão do ISMAC (Instituto Sul-mato-grossense para Cegos Florivaldo Vargas). Eles são os convidados especiais para a abertura e poderão, a partir de sensações e pelo tato, conhecer cada uma das peças expostas.

luciana teixeira“Esse momento é especial para nós da Supapo, e contar com apoio do FMIC foi importante para a produção desses mobiliários. Minha produção é possível aqui e no mundo inteiro pois, ao mesmo tempo que ela cria raízes, ela ganha asas, graças ao conhecimento, à tecnologia, a produtos de ótima qualidade e ao capital criativo”, pontua Luciana Teixeira.

A arquiteta é uma das pioneiras em design de móveis em Mato Grosso do Sul e há quatro anos dedica-se a esse segmento. Por conta de sua representatividade, foi convidada a expor sua coleção na última High Design Expo 2019, a maior feira do setor que acontece dentro da Design Weekend em São Paulo.

Luciana encontra nas presenças do indígena, do sertanejo, do caipira, do metropolitano, nas cores e nas texturas regionais, os traços que fazem nascer móveis que, além de confortáveis e usuais, são verdadeiras obras de arte para se ter em casa.

Serviço: O Museu de Arte Contemporânea de MS está na Rua Antônio Maria Coelho, 6.000. A entrada é gratuita. A exposição segue no MARCO até quarta-feira, dia 30 de outubro.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × dois =