Campo Grande, 25 de setembro de 2021

Torcedores do Fluminense cobram Marcão e jogadores e hostilizam Mário e Celso na saída do Castelão

O Fluminense perdeu para o Ceará por 2 a 0 pela 29ª rodada do Brasileirão e chegou ao quarto jogo sem vencer no Brasileirão. A má fase da equipe tirou a paciência do torcedor tricolor.

Após a partida, disputada em Fortaleza, na noite desta quarta-feira, jogadores, o técnico Marcão e também o presidente Mário Bittencourt e o vice-geral Celso Barros foram cobrados por torcedores na saída da delegação do vestiário para o ônibus.

Mário Bittencourt e Celso foram hostilizados pelo grupo. O técnico Marcão também foi cobrado. Um dos torcedores chegou a pedir para o treinador sacar Gilberto do time.

Os jogadores também não passaram impunes. Ganso foi um dos cobrados e ouviu de um dos torcedores: “Pede pra sair”. Já o atacante Wellington Nem chegou a parar para conversar com os torcedores, mas começou a ser xingado e acabou desistindo e indo embora.

Nenê foi dos poucos poupados pela torcida. Último jogador a sair do vestiário, o meia, que foi substituído no intervalo, parou para tirar foto com os torcedores e foi aplaudido ao seguir para o ônibus.

Com a derrota, o Flu ficou estacionado nos 30 pontos e pode terminar a rodada no Z-4, caso o Cruzeiro vença o Botafogo nesta quinta-feira. Nino prometeu que o time lutará até o fim para evitar o rebaixamento.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =