Campo Grande, 16 de setembro de 2021

Projeto que garante prioridade de matrículas a filhos de mulheres vítimas de violência é aprovado em município de MS

Um projeto que garante prioridade na transferência de matrícula entre as unidades municipais de ensino aos filhos e filhas de mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, de acordo com a necessidade de mudança de endereço da mãe ou responsável agredida, foi aprovado no último dia 23, em Aquidauana, a 140 quilômetros de Campo Grande.

O projeto, de autoria do vereador Anderson Meireles, do PSB, foi aprovado em dois turnos de votação e por unanimidade pelos 13 vereadores do município. De acordo com Meireles, a intenção é diminuir ao máximo os efeitos da agressão sofrida pela mãe dos alunos da rede municipal. “Era um pedido delas. Muitas vezes elas precisam mudar de residência após sofrer uma agressão e, aí, a criança fica na contramão por estar em escolas mais próximas a residência anterior, onde vive ou vivia o agressor”, explica.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 4 =