Campo Grande, 25 de setembro de 2021

Dana manda recado a Johnny Walker: “Não se brinca nesse esporte, muito menos no UFC”

A atuação de Johnny Walker, nocauteado por Corey Anderson no primeiro round na luta de encerramento do card preliminar do UFC 244, não passou despercebida por Dana white. O presidente da organização disse, na entrevista coletiva realizada no Madison Square Garden após o evento, que o brasileiro deveria ter levado mais a sério a luta contra o sétimo colocado do ranking dos pesos-meio-pesados.

– Não é que ele tenha ido mal, mas você não pode se mover daquela forma tendo pela frente um Corey Anderson irritado como ele estava. Não se brinca nesse esporte, muito menos aqui no UFC.

White também deixou claro que não se importa com as reclamações de Anderson, que no começo da semana mostrou irritação com a atenção que estava sendo dada a Johnny Walker, e depois da luta declarou que gostaria de ser demitido caso não recebesse uma disputa de cinturão contra Jon Jones, o atual campeão da categoria. O dirigente aproveitou para lembrar a recepção que Anderson teve na pesagem da última sexta-feira.

– Ele veio aqui muito bravo esta semana, com teorias da conspiração de que nós o odiamos e choradeiras infantis desse tipo, de que nós tentamos vencê-lo. Nós não podemos bater nele. Ou ele consegue vencer suas lutas ou não. Pouco importa o que ele tenha dito. Alguns caras sobem mais rápido do que outros. Você não precisa nos dizer o que você merece. Mostre o que você merece. Essa noite você mostrou. Todos entendemos. Mensagem recebida. Agora nós sabemos. Vocês estavam na pesagem? Ninguém o aplaudiu lá. Já Johnny Walker recebeu uma salva de palmas quando apareceu. Ele mostrou o que era capaz de fazer e mereceu aquela recepção. Vamos em frente. Não estou dizendo que Corey Anderson receberá a disputa de cinturão na próxima luta. Dominick Reyes acabou de vencer também, e venceu de forma convincente. Vamos ver o que teremos para ele, e se o seu contrato acabar e ele não quiser mais estar aqui, pode fazer o que tiver que fazer. Enquanto isso, é só aceitar as lutas que o oferecermos. É bem simples. Se você acha que é bom o suficiente para disputar o cinturão, como é que eu vou fazê-lo perder dando o número 11 ou 14 do ranking para você lutar?

Dana White também falou sobre a interrupção da luta entre Nate Diaz e Jorge Masvidal, e revelou que, após reclamar da decisão do médico, foi até os bastidores e viu com seus próprios olhos o estrago feito no supercílio de Diaz, o que o fez concordar com a paralisação.

– No começo, eu reclamei muito sobre a paralisação, mas depois fui até os bastidores, e a sobrancelha de Nate Diaz estava literalmente descolada do rosto. É muito fácil ficar xingando da minha cadeira, mas indo lá e vendo o que eu vi, não tenho como dizer que a interrupção não foi correta. A cena não era nada boa de se ver. Nate Diaz é um cara duríssimo, e todos sabemos o quanto os fãs o amam. Mas não realmente não havia outra decisão a ser tomada.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − dez =