Campo Grande, 26 de junho de 2022

Análise: ataque é letal, mas empate no fim abafa grito de campeão e traz lições ao Flamengo

Oito gols, duas viradas e muita emoção… É inegável que quem foi ao Maracanã se divertiu e viu um belo jogo de futebol. O empate por 4 a 4 com o Vasco, no entanto, traz alertas e lições para o Flamengo. E deixa um gostinho amargo para os rubro-negros, que sonham em encurtar o caminho para o título brasileiro.

O empate também contém um pouco a euforia com a proximidade do título. O Flamengo já não pode mais ser campeão no próximo domingo e, embora ainda tenha uma vantagem confortável para o Palmeiras, os gritos de “é campeão” que ecoaram por todo o Maracanã contra o Bahia apareceram timidamente diante do Vasco, no fim do jogo.

A conta é simples: para ser campeão sem depender de nenhum tropeço do Palmeiras, o Flamengo precisa de sete pontos nas cinco rodadas finais.

A situação no Campeonato Brasileiro ainda está dentro de controle, não há motivo para desespero, mas é preciso ligar o alerta e tirar lições do empate que servem até mesmo para a final da Libertadores, dia 23, contra o River Plate, em Lima . A vulnerabilidade saltou os olhos. Pela primeira vez no ano o Flamengo sofreu quatro gols em uma partida. Por outro lado, houve pontos positivos, especialmente no ataque, cada vez mais letal. São 130 gols no anos.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp