Campo Grande, 25 de setembro de 2021

Análise: ataque é letal, mas empate no fim abafa grito de campeão e traz lições ao Flamengo

Oito gols, duas viradas e muita emoção… É inegável que quem foi ao Maracanã se divertiu e viu um belo jogo de futebol. O empate por 4 a 4 com o Vasco, no entanto, traz alertas e lições para o Flamengo. E deixa um gostinho amargo para os rubro-negros, que sonham em encurtar o caminho para o título brasileiro.

O empate também contém um pouco a euforia com a proximidade do título. O Flamengo já não pode mais ser campeão no próximo domingo e, embora ainda tenha uma vantagem confortável para o Palmeiras, os gritos de “é campeão” que ecoaram por todo o Maracanã contra o Bahia apareceram timidamente diante do Vasco, no fim do jogo.

A conta é simples: para ser campeão sem depender de nenhum tropeço do Palmeiras, o Flamengo precisa de sete pontos nas cinco rodadas finais.

A situação no Campeonato Brasileiro ainda está dentro de controle, não há motivo para desespero, mas é preciso ligar o alerta e tirar lições do empate que servem até mesmo para a final da Libertadores, dia 23, contra o River Plate, em Lima . A vulnerabilidade saltou os olhos. Pela primeira vez no ano o Flamengo sofreu quatro gols em uma partida. Por outro lado, houve pontos positivos, especialmente no ataque, cada vez mais letal. São 130 gols no anos.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =