Campo Grande, 20 de setembro de 2021

Argentina tem os piores desempenhos da América do Sul no Pisa 2018

Dos seis países sul-americanos participantes da edição 2018 do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), o Brasil não está nem entre os primeiros nem em último, considerando o desempenho geral. O único país que ficou consistentemente na última ou entre as últimas colocações foi a Argentina.

Já levando em conta os resultados de toda a América Latina, que somam dez nações diferentes, os estudantes brasileiros ficam em uma posição mediana em relação aos demais países da região.

Os dados do Pisa foram divulgados na manhã desta terça-feira (3) pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O Pisa é uma prova feita para que qualquer estudante de 15 anos do mundo possa realizá-la, e é aplicado a cada três anos. Em 2018, 80 países ou regiões econômicas participaram da prova (veja o que é e para que serve o Pisa).

Com nota média estimada de 413 em leitura, 384 em matemática e 404 em ciências, o Brasil apresentou uma leve alta em relação aos resultados de 2015, mas sua posição é considerada basicamente estagnada na última década. Esse é um dos motivos para o Brasil ficar parado ou ter caído no ranking dos demais países.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 1 =