Campo Grande, 26 de setembro de 2021

Aumenta número de mortes decorrentes da Tempestade Elsa; Portugal, Espanha e França seguem em alerta

A passagem da tempestade Elsa, que atinge Espanha, Portugal e França, já causou nove mortes. Uma delas foi de um pescador de 30 anos na manhã deste domingo (22) na Catalunha, nordeste da Espanha.

Ele morreu depois de cair no mar arrastado por uma onda enquanto pescava em Girona. Segundo o jornal “El País”, dois outros pescadores se jogaram na água para tentar salvá-lo, sem sucesso.

De acordo com a agência Deutsche Welle, duas mortes aconteceram em Portugal e sete na Espanha, país mais afetado. Mais de 118 mil famílias ficaram sem eletricidade nas regiões afetadas.

Segundo a agência France Press, o serviço telefônico de emergências da Catalunha recebeu cerca de 1.200 chamadas relacionadas aos efeitos do vento, principalmente devido a árvores caídas e danos ao mobiliário urbano ou a telhados, informaram autoridades regionais.

A região continua em alerta porque outra tempestade, Fabien, atingiu parte do oeste da Europa neste sábado (21). Segundo meteorologistas, Fabien terá curta duração. Ainda assim, a preocupação é com a forte intensidade dos ventos, que podem atingir até 140 km/h em áreas montanhosas.

Outra vítima morreu na capital espanhola, Madri, após a queda de parte de uma marquise no centro da cidade atribuída à ventania — também segundo o “El País”, ventos podem superar 100 km/h em algumas regiões.

Também foram registradas mortes por afogamento na região costeira e casos de vítimas que foram levadas pela enxurrada em algumas partes da Espanha.

Em Nice, na France, tempestade espalhou troncos e galhos pelo principal calçadão na cidade na sexta-feira (20) — Foto: Valery Hache/AFP

Em Nice, na France, tempestade espalhou troncos e galhos pelo principal calçadão na cidade na sexta-feira (20) — Foto: Valery Hache/AFP

De acordo com o “Jornal de Notícias”, socorristas conseguiram resgatar três homens que tentaram atravessar um rio com um jipe perto de Porto, em Portugal.

No mesmo país, um homem perdeu a vida em um acidente rodoviário provocado pela queda de uma árvore, e outro morreu no desabamento de uma casa.

Na França, segundo a agência RFI, um homem desapareceu no mar Mediterrâneo depois de cair de um veleiro. O outro ocupante do barco conseguiu se salvar, informaram autoridades.

A tempestade Elsa também causou transtornos ao sistema de transporte francês: segundo a SNCF, empresa responsável pelo sistema de trens do país, nenhum trem circula entre as cidades de Bordeaux e Toulouse — duas das principais cidades do sudoeste da França — por causa de detritos que caíram na linha férrea durante a tempestade.

G1

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 2 =