Campo Grande, 21 de setembro de 2021

Djokovic segura bom início de Federer, vence no 50º jogo entre eles e vai à final na Austrália

Pelo segundo ano consecutivo e oitava vez na carreira, Novak Djokovic está na decisão do Aberto da Austrália. Heptacampeão em Melbourne, o sérvio confirmou seu favoritismo diante de Roger Federer, que até teve um início de jogo surpreendente, com muita intensidade, mas acabou sucumbindo na reta final do primeiro set em diante. Assim, o atual número 2 do mundo fez 3 sets a 0, parciais de 7/6 (1), 6/4 e 6/3, em 2h18, para avançar à final.

– Respeito ao Roger (Federer) por vir jogar essa noite. Ele estava obviamente machucado. Ele não estava em seu melhor, perto do seu melhor em termos de movimento. Respeito por ter vindo e tentado dar seu melhor em todo o jogo – afirmou Djokovic após o jogo.

Na decisão, Djokovic espera pelo vencedor do confronto entre Dominic Thiem (5º do ranking) e Alexander Zverev (7º), que se enfrentam na sexta-feira às 5h30 (de Brasília). O sérvio tem um retrospecto impressionante em Melbourne, tendo sido campeão em todas as oportunidades em que chegou até a final. Além disso, se ficar com o título, Nole recupera a posição de número 1 do mundo, hoje com Rafael Nadal.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − um =