Campo Grande, 27 de setembro de 2021

Coronavírus: COB defende adiamento das Olimpíadas de Tóquio para 2021

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) informou, por meio de um comunicado publicado em seu site, que defende o adiamento por um ano dos Jogos Olímpicos de Tóquio por causa da pandemia do coronavírus. O evento está marcado para começar em 24 de julho e terminar em 9 de agosto de 2020. O COB sugere que as Olimpíadas sejam realizadas no mesmo período de 2021.

A posição do COB contrasta com as do Comitê Olímpico Internacional (COI) e do governo japonês. Ao jornal “The New York Times”, o presidente do COI, Thomas Bach, reforçou a intenção da entidade de realizar os Jogos de Tóquio na data inicialmente prevista. No início desta semana, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, declarou em entrevista coletiva que não pensa em adiamento.

Antes do COB, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) já havia defendido o adiamento tanto da Olimpíada quanto da Paralimpíada de Tóquio para 2021. O COB e o CPB fecharam seus centros de treinamento nesta semana. A natação americana seguiu o mesmo caminho, mas o Comitê Olímpico dos Estados Unidos disse ainda ser cedo para falar em adiamento.

Na nota publicada em seu site, o COB argumenta que defende o adiamento dos Jogos por causa do agravamento da pandemia do Covid-19 e da “consequente dificuldade dos atletas de manterem seu melhor nível competitivo”, já que houve “paralisação de treinos e competições em escala global”.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =