Campo Grande, 23 de maio de 2022

Atlético-MG é condenado pela Fifa a pagar dívida de R$ 10 milhões por compra de Maicosuel, mas tenta estender prazo

O Atlético-MG tem algumas dívidas, criadas com compras de atletas, que foram parar na Fifa. Entre elas está a de Maicosuel. O Galo comprou o meia em 2014, mas não pagou o que devia à Udinese-ITA, que foi à entidade máxima do futebol mundial cobrar. A discussão é antiga, mas chegou agora a um estágio decisivo: a Fifa condenou o Atlético a pagar o que deve até o fim deste mês. A informação foi publicada inicialmente pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo GloboEsporte.com.

A dívida gira em torno de 1,8 milhão de euros (aproximadamente R$ 10 milhões). O Galo, caso não pague o valor que deve no prazo estabelecido, perderá três pontos no Brasileirão 2020, que ainda nem começou.

Há, porém, uma última tentativa do Atlético: solicitar à Fifa uma extensão do prazo para pagamento. A reportagem apurou que o presidente Sérgio Sette Câmara formalizou um pedido nesse sentido, argumentando que a condição financeira do clube – e de todos os outros – é complicada em função da pandemia do novo coronavírus, o que justificaria uma exceção (já que a decisão é final e definitiva, sem espaço para recurso).

A reportagem apurou que, mesmo no cenário de crise, o clube tem o dinheiro reservado para efetuar o pagamento (como Sette Câmara já havia garantido) e, em último caso, vai pagar ainda neste mês. A tentativa de prorrogar o prazo existe com o intuito de garantir recursos para honrar obrigações mais prioritárias, entre elas o pagamento de salários de funcionários.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

onze − 2 =