Campo Grande, 13 de julho de 2024

O mistério dos dentes fossilizados de tubarão encontrados em Jerusalém

A descoberta de 29 dentes fossilizados de tubarão na Cidade de Davi, em Jerusalém, está intrigando os cientistas. A suspeita é de que eles tenham sido artigos colecionáveis na Idade do Ferro.

Os achados foram revelados durante a Conferência Goldschmidt, evento voltado à geoquímica, e publicados na revista Frontiers in Ecology and Evolution. Por enquanto, ainda há muitas perguntas sem resposta, mas os pesquisadores garantem que os dentes de tubarão chegaram até lá por ação humana.

“Esses fósseis não estavam em sua localização original, eles foram transportados. Eles provavelmente eram valiosos para alguém; nós apenas não sabemos o motivo nem por que itens similares foram encontrados em mais de um lugar em Israel”, disse o paleontólogo e geoquímico Thomas Tuetken da Universidade de Mainz (Alemanha), que apresentou o estudo na conferência.

Os dentes foram encontrados junto com ossos de peixe e fragmentos de cerâmica no porão de uma casa que foi habitada no século 10 a.C. “De início, a gente acreditava que os dentes de tubarão eram restos de comida jogados fora há cerca de 3 mil anos. Mas quando nós disponibilizamos o paper para publicação, um dos revisores apontou que um dos dentes só poderia vir de um tubarão do Cretáceo Superior, que foi extinto há pelo menos 66 milhões de anos”, revelou Tuetken.

Análises químicas confirmaram que todos os dentes estavam fossilizados. A composição de isótopo de estrôncio encontrada neles indica idade de 80 milhões de anos. Os cientistas também descobriram que nesta coleção há dentes de Squalicorax, espécie extinta de tubarão que era comum no Cretáceo Superior.

Desde a primeira descoberta na Cidade de Davi, os pesquisadores já encontraram dentes de tubarão em outros sítios arqueológico de Israel. “Trabalhamos com a hipótese de que os dentes eram guardados por colecionadores, mas nós não temos nada que confirme isso. Não há marcas de uso que possam sugerir que eles eram utilizados como ferramentas e nenhum furo que indique que eles eram usados como joias. Nós sabemos que o mercado de dentes de tubarão existe até hoje, então pode ser que houve uma tendência de coleção desses itens durante a Idade do Ferro”.

  • REDAÇÃO GALILEU

 

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp