Campo Grande, 24 de abril de 2024

Governo do Estado decreta “situação de emergência” em 19 municípios

O Governo de Mato Grosso do Sul declarou situação de emergência em decorrência das intensas chuvas em 19 municípios do Estado: Jardim, Miranda, Antônio João, Rio Verde, Água Clara, Ponta Porã, Nioaque, Vicentina, São Gabriel D’Oeste, Bataguassu, Bela Vista, Amambai, Corguinho, Naviraí, Juti, Caracol, Deodápolis, Tacuru e Paranhos.

O Decreto, publicado no Diário Oficial do Estado, na edição desta quinta-feira (30), foi assinado pelo governador Eduardo Riedel, e visa principalmente, reforçar as ações de resposta aos estragos provocados pelas chuvas e assistir à população afetada, sob a coordenação Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

“Em decorrência do referido desastre ocorreram danos de média intensidade à infraestrutura dos citados municípios, tais como rodovias, estradas vicinais, bem como aos serviços essenciais à população, por exemplo, escoamento da safra agrícola, transporte escolar, dentre outros, e que são necessárias obras de reconstrução para restabelecer a normalidade local desses municípios”, diz o decreto.

Pelo decreto, válido por 180 dias, estão dispensados de processos licitatórios para aquisição de bens necessários, às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas à reconstrução das áreas afetadas.

Defesa Civil

A Defesa Civil Estadual já está atuando na assistência humanitária e na resposta aos desastres. Segundo o agente de Relações Públicas da Defesa Civil Estadual, Renan Arruda, este tipo de evento climático é gradual e vai se agravando com o passar do tempo com a erosão de terrenos, destruição de cabeceiras de pontes, estradas vicinais e no perímetro urbano.

“Nós trabalhamos em todos os municípios que solicitaram pedido de ajuda e vistoria técnica nos locais de desastres”, diz o agente.

Comunicação do Governo de MS
Foto: Saul Schramm

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp