Campo Grande, 19 de julho de 2024

Investimentos em andamento da Sanesul ultrapassam R$ 447 milhões em frentes de obras

Os investimentos em andamento da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) ultrapassam R$ 447 milhões em frentes de obras, cujos serviços incluem a execução de obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário em 36 municípios do Estado.

O avanço das obras de saneamento, além da melhoria da qualidade de vida de milhares de famílias, resulta na preservação do meio ambiente e no forte impacto na economia por meio da geração de empregos.

No total, as obras em andamento somam R$ 447 milhões segundo levantamento divulgado pela Ademam (Assessoria da Diretoria de Meio Ambiente), da Sanesul, seguindo rigorosamente o cronograma estabelecido pelo governador Eduardo Riedel.

O governo do Estado está empenhado em aprimorar os projetos de saneamento para garantir a segurança hídrica nos municípios com aumento da reservação de água tratada e também ampliar a área de esgoto, que atualmente tem um índice de cobertura de 60,86%.

Em Mato Grosso do Sul, o sistema de fornecimento de água já atende a 100% da população e em relação ao esgoto a ideia é alcançar a meta da universalização nas 68 cidades onde a Sanesul mantém a concessão dos serviços públicos.

Esse montante de recursos investidos contempla os municípios de Água Clara, Amambai, Anastácio, Antonio João, Aparecida do Taboado, Aquiadauan, Aral Moreira, Bataguassu, Batayporã, Bonito, Brasilândia, Dourados, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaporã, Ivinhema, Ladário, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranaíba, Paranhos, Pedro Gomes, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Três Lagoas e Vicentina.

Essas obras têm um papel crucial na expansão dos sistemas de água e esgoto e também causam impacto positivo no setor de emprego do Estado.

Entre os investimentos, duas grandes frentes de obras estão em Dourados, a maior cidade entre as unidades consumidoras operadas pela estatal.

Lá, estão sendo investidos R$ 30.174.545,44 em obras de ampliação e melhorias do sistema de abastecimento de água, como perfuração e ativação de dois poços, um com previsão de vazão 200m3 por hora e profundidade de 650 m, e outro de 250 m3/h e profundidade de 700m.

Também estão em execução dois reservatórios metálicos de 1500 m3, uma elevatória de água tratada, adutoras, abrigo de tratamento, além da urbanização dos centros de reservação e produção.

Os recursos são do Ministério das Cidades como parte do programa Saneamento para Todos.

Outro grande investimento em Dourados, no valor de R$ 37.465.447,91, refere-se a serviços de engenharia para manutenção e crescimento vegetativo de redes e ligações nos sistemas de distribuição de água, com reposição dos pavimentos, e para redução do volume perdido nos setores de abastecimento por meio de ações de redução do volume disponibilizado, vinculadas a metas de performance.

Na área de esgoto, estão sendo aplicados no município R$ 20.868.000,00, incluindo a ampliação da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Laranja Doce em 40 litros por segundo, melhorias de eficiência para  80 litros por segundo.

Em Ivinhema, a Sanesul está investindo R$ 30.780.121,18 com recursos do programa Avançar Cidades, no sistema de esgoto, entre melhorias na ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), execução de rede 93.902,53 metros de rede coletora de esgoto, 6.771 ligações domésticas, construção de quatro elevatórias, além de obras complementares.

Em Três Lagoas, os investimentos totalizam mais de R$ 26 milhões em obras de água e esgoto.

Somente na ampliação do sistema de esgotamento sanitário são mais de 21,6 R$  milhões, uma obra de R$ 16.091.273.16 e outra de R$ 5.523.380,36, incluindo a construção de uma ETE com capacidade para 100 L/s e execução de 1.140 m de emissário.Também estão em andamento a execução de 42.496 m de rede coletora de esgoto e 2.876 ligações domiciliares.

Também como parte do Avançar Cidades, em Naviraí estão sendo aplicados mais de R$ 19,9 milhões na execução de 60.861,57 metros de rede coletora, 3.437 ligações domiciliares, implantação de uma estação elevatória de esgoto bruto, e readequação de outra ETE.

O governador Eduardo Riedel destaca que Mato Grosso do Sul está vivenciando um novo momento, com investimentos significativos em obras de infraestrutura de saneamento.

O principal objetivo desses investimentos, segundo o chefe do Executivo, é levar a rede de esgoto a 100% da população nas áreas de atuação da companhia.

O diretor-presidente da Sanesul, Renato Marcílio, ressalta que empresa está empenhada em garantir que mais e mais pessoas tenham acesso aos benefícios do saneamento básico, promovendo qualidade de vida e preservação do meio ambiente.

Segundo o dirigente, as obras em andamento não só contribuem para a expansão do sistema de cobertura de esgoto e para o aumento da reservação de água, mas também impulsionam o desenvolvimento econômico da região, gerando oportunidades de emprego diretas e indiretas.

Ele atesta que a expansão do sistema de cobertura de esgoto, por exemplo,  representa um avanço significativo no cenário do saneamento básico do Estado.

“Com essas obras em curso, a Sanesul e o governo estadual reafirmam seu compromisso em oferecer serviços de qualidade à população e promover um ambiente mais saudável e sustentável para todos”, destaca Renato Marcílio, que tem se reunido com os principais parceiros – prefeitos e vereadores – para discutir estratégias de investimentos em seus municípios.

Comunicação Sanesul
Fotos: Divulgação/Sanesul

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp