Campo Grande, 27 de setembro de 2021

Lenda do Flamengo, Dida foi ídolo na Colômbia e encerrou a carreira no Junior Barranquilla

O alagoano Dida deixou o Flamengo em 1963. Na época, era o maior artilheiro da história do clube, com 264 gols.

O tempo passou e a ruptura era inevitável. Além do Flamengo, o atacante jogou no CSA, clube que o revelou, Portuguesa e Junior Barranquilla. Ele encerrou a carreira na Colômbia, aos 34 anos.

Isso mesmo. O primeiro adversário do Flamengo na Libertadores de 2020 também reverencia o talento de Dida. Quarta, às 21h30 (de Brasília), os times se encontram no Estádio Metropolitano, em Barranquilla.

Dida com a camisa do Junior Barranquilla — Foto: Dider Ariza Ospino/Arquivo pessoal

Dida com a camisa do Junior Barranquilla — Foto: Dider Ariza Ospino/Arquivo pessoal

Em Maceió, Edson Santa Rosa, irmão mais novo de Dida, lembra a passagem do camisa 10 pelo Junior. O atacante fez 46 gols na Colômbiae virou ídolo por lá.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =