Campo Grande, 13 de julho de 2024

Volta antecipada, gols de títulos e casca com críticas: Vitinho avalia o passado por futuro feliz no Flamengo

Se Gabigol quis voltar a jogar antes dos companheiros do time principal e participará da partida contra o Boavista, Vitinho foi o primeiro a fazer um pedido especial à comissão técnica do Flamengo e fará sua terceira partida como titular no Carioca diante do time de Saquarema. Sem tempo a perder na dificílima disputa por espaço no galáctico ataque rubro-negro, o camisa 11 antecipou o fim das férias na preparação para sua quarta temporada vivendo o “sonho de moleque”.

Vitinho foi um dos primeiros jogadores do time principal a volta a jogar — Foto: André Mourão / Foto FC

Vitinho foi um dos primeiros jogadores do time principal a volta a jogar — Foto: André Mourão / Foto FC

Ainda questionado por boa parte da torcida, mas apoiado por Rogério Ceni, Vitinho fez análise dos dois anos e meio de Flamengo em bate-papo com o ge. Entrevista onde relembrou momentos de brilho nas últimas finais de Carioca, falou sobre postura de líder flagrada pelas lentes da FlaTV e garantiu estar mais calejado para um 2021 de boas atuações:

Vitinho no Flamengo (2018-2021)

  • 131 jogos (62x titular, 69x reserva)
  • 6.487 minutos em campo (média de 50 min/jogo)
  • 16 gols (1 gol a cada 405 minutos)
  • 14 assistências
  • 1 participação em gol a cada 216 minutos
  • 14 cartões amarelos recebidos
  • 24 amarelos e 2 vermelhos provocados em adversários

– Eu amadureci muito como jogador, como pessoa, vivi vários tipos de situações diferentes, umas ruins, outras boas… Cresci e aprendi. Tento levar tudo que passei de bom para repetir, tudo que passei de ruim para não se repetir, e evoluir sempre.

“O dia a dia é o segredo, é fazer sempre o que você nunca fez para conquistar o que você quer. É um equilíbrio que eu busco nesse novo ano e nas novas oportunidades. Tenho tudo para despontar aqui no Flamengo”

Contratado ao CSKA de Moscou em meado de 2018, Vitinho soma 131 jogos pelo Flamengo, 16 gols, 14 assistências e sete títulos conquistados. Neste sábado, a equipe ainda comandada por Maurício Souza visita o Boavista, às 21h (de Brasília), em Bacaxá, pela sexta rodada do Carioca, e o camisa 11 terá mais uma oportunidade como titular.

Com 12 pontos, o Rubro-Negro é o vice-líder da Taça GB e tem a chance de ultrapassar o Volta Redonda, que tem 13.

Por Cahê Mota — Rio de Janeiro

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp